quarta-feira, novembro 17, 2010

Carta para Mayara Petruso.

Moro no Nordeste a treze anos, e como muitos aqui, nascí no "sul". Aqui é o contrário: não culpamos "sulistas" por nossas mazelas. Culpamos o clima, culpamos São João que não trouxe chuva, culpamos o FHC, culpamos o ACM e um monte de políticos e aproveitadores. Culpamos muita gente, menos os sulistas.
Por isso não entendo a razão de acharem que queremos algo do sul.
O Brasil meus amigos, começou aqui. Enquanto vivíamos o apogeu da humanidade na Recife de Nassau, paulistas, cariocas e gaúchos viviam em tendas na mata atlântica. A primeira escola de ensino superior, a Faculdade de Medicina da Bahia, completou 200 anos recentemente.
Quando os holandeses invadiram o Brasil, foram os nordestinos que os expulsaram. Duas vezes. Eles, os nordestinos.
Quando o Brasil precisou de gente para povoar ( e tomar posse) da amazônia, navios carregados de nordestinos saíram do Ceará, Piauí, Rio Grande do Norte e Paraíba em direção ao longínquo Estado do Amazonas. Os pobres soldados da borracha, extraíram mais que borracha das terras amazoninas: extraíram o Acre da Bolívia. Eram os nordestinos, o terror dos soldados bolivianos.
Paulistas se orgulham (e somente eles) de terem se levantado contra Getúlio. Lá existe até um feriado pra comemorar isso.
Nós nos orgulhamos de, à fronte de um inimigo estrangeiro, termos nos levantado para defender a pátria. Foi daqui do Rio Grande do Norte, que nossos aviões e navios combateram os nazistas.
Foi no nordeste que se deu a primeira tentativa de independência de Portugal. Por cerca de três meses fomos donos do nosso próprio nariz. Durou pouco, mas foi o suficiente.
Por isso, estimada Mayara, quando for falar dos Filhos de Lampião, lembre-se que estes filhos aqui, muito mais ilustres e letrados que seus irmãos paulistas, nunca fugiram à luta...e da próxima vez que o seu candidato perder uma eleição, lembre-se: o presidente é do Brasil, não dos paulistas.

2 comentários:

Disraelly disse...

Ducaraio fio!!! Ducaraio!! Assino embaixo.

Nicolle disse...

"O Sertanejo é antes de tudo, um forte."

Muito legal seu texto, Japa!!! É o Sulista mais nordestino que eu conheço!!!

O que seria da cultura, música e poesia deste país se não fossem nossos intelectuais exportados para o Sul?

PHODA!!!!

 
http://rpc.technorati.com/rpc/ping