domingo, janeiro 17, 2010

Sobre as escolhas, Deus e o Lívre Arbítrio.

Concordo com este post.
Ás vezes fico imaginando Deus, reclamando da futilidade do uso de seu Santo Nome em vão.
Me respondam se eu e meu amigo não estamos certo.
Que porra, Deus - o Todo Poderoso, tem a ver com o fato de fulaninha ser ou não aprovada no vestibular?
Se Deus salvou aquela mulher do terremoto no Haiti, porquê não salvou as outras 100 mil?
Se Ele salvou aquela outra, da enchente em Angra dos Reis, então porquê não salvou as outras 53?
Por que certas coisas não dependem Dele. O motivo é bem simples: livre arbítrio.
Livre arbítrio, significa que fazemos escolhas, e que somos responsáveis pelas consequências dessas escolhas. Das menores e mais simples, ás mais complexas.
Se fulaninha passou no vestibular, é porque ela estudou mais e fez uma prova melhor do que a dos concorrentes.
Se aquela mulher sobreviveu ao terremoto do Haiti, é porque as escolhas da vida dela, a levaram a estar em um local seguro durante um terremoto.
Se aquela outra mulher, da enchente de Angra dos Reis, tivesse mudado idéia cinco minutos antes, e ido a um dos pontos de alagamento, ela estaria morta agora. Não foi Deus, foi o lívre arbítrio que a salvou.
Deus existe sim. E ele não distingue entre ricos e pobre, feios e bonitos, brancos e negros.
Por isso, da próxima vez que algo te acontecer, não culpe a Ele. Culpe suas escolhas.

Um comentário:

Disraelly disse...

É isso ai meu chapa... complemento massa!!

 
http://rpc.technorati.com/rpc/ping