quinta-feira, julho 16, 2009

わたしたち に。

Ás vezes, quando eu penso no passado, eu me pego procurando por ela nas minhas lembranças. Nos conhecemos a pouco mais de quinze dias. É o suficiente pra ter aquela sensação de que passamos a vida juntos. É como se a vida toda tivesse sido perto dela. Toda ela.
Outro dia, ela me perguntou se eu tinha a sensação de que nos conhecíamos de muito antes, muito antes de nos encontrarmos. "Mas eu nunca tinha visto você antes..." ela não cansa de me repetir. Mas a sensação persiste. Em mim e nela. Em nós.
Desde o dia em que nos vímos, eu só penso em nós. E só nos conhecemos a pouco mais de quinze dias. Parecem uma vida inteira. Uma vida longa e feliz. Mais feliz do que longa. Bem mais feliz.
Entre beijos e flores, nós vamos seguindo. Noi. わたしたち。Nós.
E eu a quero em cada lembrança feliz que eu tiver daqui em diante. Cada uma delas.
Outro dia eu fiquei doente. Ela me ligou, e eu estava de saída pro Hospital do Coração. Quando eu descí do ônibus ( sim, eu fui pro hospital de busão), ela estava me esperando. E nessa noite choveu. Nem eu teria ido ser meu companheiro, num hospital em noite de chuva. Mas ela foi.
Quando eu olho pro futuro, dentre as primeiras imagens me vem o rosto dela. E nesse rosto tem sempre um sorriso. Sempre.

"We slip through the fingers and dancing on the wind. We find each other."

18 comentários:

CLAUDIO disse...

cara vc ta dodói? tá inernado?mas tá amando...isso é bom

Torrichelli Silva disse...

Tô muito feliz por você, Japa.
Não sei se posso dizer que estás diferente, ou és tu mesmo.

Todos temos algo que não demonstramos até o momento necessário para expor.

Acho que este algo agora apareceu. Uma parte guardada especialmente para alguém que ainda não havia aparecido, ou reaparecido (cada um tem sua crença, na minha é muito fácil de acreditar no reaparecido, né Magro )

Fico feliz por você, e por ela também, que encontrou este teu algo. Torço para que esta felicidade dure para sempre. E, se for para a felicidade de ambos, que sempre reencontrem.

Grande abraço.

Müller disse...

Se conhecem de outra vida. Quase que Brumas de Avalon do século XXI. Sorte que não há um Arthur na história.

Nicolle disse...

Dada!!!
Um poeminha de Pessoa, o Fernando, que diz tanto quanto vc disse... Adorei a declaração...

"Quando te vi amei-te já muito antes:
Tornei a achar-te quando te encontrei.
Nasci pra ti antes de haver o mundo.
Não há cousa feliz ou hora alegre
Que eu tenha tido pela vida fora,
Que o não fosse porque te previa,
Porque dormias nela tu futuro...."

hallrison disse...

Bony, claro que torcemos por você, cara. Parabéns por gostar de alguém. Mas, vai com calma.

Anônimo disse...

Amor,obrigada por estar me fazendo a mulher mais feliz e que nós possamos viver este amor para sempre, porque só você e eu sabemos o que estamos vivendo, que é extremamente forte e chega a incomodar algumas pessoas, mas eu não me importo nem um pouco, até porque eu TE AMO, e é o que importa.

Cleide

Disraelly disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Disraelly disse...

Cara, contradizendo o que Hallrison disse: Pise fundo, se jogue, ame de verdade, não tenha medo, seja feliz e faça ela feliz. Só assim valerá a pena de verdade!!! Boa sorte e felicidades para vcs dois. ;-)

Disraelly disse...

É isso mermo Loro!!

Bony Daijiro Inoue disse...

Assim, o Loro acertou em cheio em tudo: tem um Bony que pouca gente conheceu. Ele é igual ao que vocês conhecem, mas muito mais doce. Talvez o Cláudio, que me conhece a muito mais tempo do que vocês, tenha conhecido. Esse Bony é menos racional, mais coração...e acreditem, independente do que digam, eu vou pisar fundo sim. Eu quero viver intensamente cada segundo desse namoro. Se der certo, perfeito. Se não der certo, eu tentei.

Torrichelli Silva disse...

Curta mesmo, Japa.
Se é para ser feliz, se curtam mesmo.

Disraelly disse...

Já deu certo...Esse "doce" é que ficou estranho..

Tato disse...

Êêêhhh! Tá namoran-dooo!!

Raquel disse...

Aeeee, e só de pensar que foi tudo "culpa minha" eu me encho de orgulho... ainda reclamam por eu ter bebido naquele dia!

Bony Daijiro Inoue disse...

Pois é...vc tem culpa nisso sim...muita culpa!
;)

Clecia disse...

Bony, não a nada mais belo que o sentimento puro entre duas pessoas. É magnífico quando se está amando e ao mesmo tempo é correspondido. Parabéns, torço bastante pela felicidade de ambos. E sei que nesse momento um está fazendo o outro imensamente feliz. Adoro vocês e vivam cada momento como se fosse o único (mais você já sabe disso :)).

Clecia disse...

Bony, não a nada mais belo que o sentimento puro entre duas pessoas. É magnífico quando se está amando e ao mesmo tempo é correspondido. Parabéns, torço bastante pela felicidade de ambos. E sei que nesse momento um está fazendo o outro imensamente feliz. Adoro vocês e vivam cada momento como se fosse o único (mais você já sabe disso :)).

Bony Daijiro Inoue disse...

Cada momento nosso é único. Simplesmente único.

 
http://rpc.technorati.com/rpc/ping