segunda-feira, junho 22, 2009

O otário e a roda da vida.

Eu sou um otário. Sim, é isso mesmo que você leu: eu sou um otário.
Não o otário bobo, retardado. Falo daquele otário bonzinho.
Falo daquele cara que não tem medo de dizer a verdade. Daquele cara gente boa, amigão, sempre disposto a entrar na linha de tiro por um amigo.
Falo daquele cara que diz que te ama, e você dispensa porque acha que ele é muito bacana pra você.
Falo daquele cara pra quem você liga quando ninguém mais te atende, e que você dispensa quando acha outra companhia.
Falo daquele cara pra quem você liga oferencendo rifa. Engraçado como ele nunca te ofereceu uma...
Me refiro ao cara que não quis a sua mulher. Que prefere andar sozinho do que trair um amigo.
Sabe aquele cara que devolve troco errado? Eu falo dele.
Falo daquele cara que diz obrigado pro garçom. Que dá o lugar no ônibus ou carrega as suas compras.
Me refiro àquele cara que não vai chamar você de puta, só porque você quis ir pra cama no primeiro encontro.
Sabe aquele cara que não te comeu, porque você estava bêbada? Eu falo dele.
E aquele cara que te defendeu, quando ninguém mais acreditava em você? E olha que você estava errado!
Falo daquele sujeito que não quis te machucar. Você não precisava machucá-lo assim.
Eu sou esse cara. Não, eu não tenho orgulho disso.
Eu já tive.
Um dia, eu vou deixar de ser esse cara.
Mas até lá, pode me chamar de otário.
Não se intimide. Encha o pulmão e grite bem alto: Otário!
Um dia, você vai estar no meu lugar. E alguém vai gritar como você gritou.
Mas não se preocupe: não serei eu. Canalhice tem limite.

7 comentários:

saitica disse...

Meu amigo Liso, esse cara sou eu, quem te autorizou publicar soisas sobre mim ?
daniel

Disraelly disse...

Bicho, durante longos e duros anos eu fui um "otário". Descobri que a cura estava no meio das pernas das mulheres. Procure uma profissional e mude sua vida.

muller disse...

Isso tá parecendo mais um "miguezinho" pra pegar suas leitoras.
Ou seja, canalhice.

Putaqueopariu, Boni!

Bony Daijiro Inoue disse...

É não...descobrí isso esses dias...

André Duarte Camilo disse...

RUY BARBOSA em 1914:

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto."

Pelo jeito nem precisava ser profeta pra prever isso...

Nicolle disse...

menossss... daqui a pouco tu vai pro céu!!! rsrsrsrs

Bony Daijiro Inoue disse...

Vou pro céu não: São Pedro já me conhece....
;)

 
http://rpc.technorati.com/rpc/ping