sexta-feira, maio 29, 2009

...

Maria Pafúncia* foi ao banco pedir um empréstimo.
Depois uns minutos na fila, ela começou a reclamar da demora, que ela tinha direitos, que quem pagava o salário da atendente era ela e coisa e tal.
O SERASA dela tinha três páginas. Ainda assim, ela insistiu pra que o empréstimo fosse efetivado. Alegava que uma coisa não interferia na outra, visto que ela devia em muitos lugares, menos na Caixa Econômica do Zimbábue*. É uma forma de encarar a vida...
Apesar dos argumentos de Dona Pafúncia, a atendente não pôde liberar o empréstimo.
Pafúncia foi embora reclamando do atendimento. Ela acredita que a atendente deveria ter lhe dito, que o empréstimo não é possível pra quem tem três páginas do SERASA.
Tem gente que não se toca.
 
p.s: *nomes fictícios, para pessoas/empresas reais.

Um comentário:

Disraelly disse...

"... devia em todos os lugares, menos na Caixa Econômica do Zimbábue...". Muito boa essa!!!

 
http://rpc.technorati.com/rpc/ping